O Rato e o Leão – O dia seguinte

Continua

Página 1Página 2Página 3Página 4Página 5Página 6Página 7Pagina 8Página 9Página10Página 11Página 12Página 13Página 14Página 15Página 16 Página 17 Página 18Página 19Página 20Página 21– Página 22


O Rato e o Leão – A magia

Continua

Página 1Página 2Página 3Página 4Página 5Página 6Página 7Pagina 8Página 9Página10Página 11Página 12Página 13Página 14Página 15Página 16 Página 17 Página 18Página 19Página 20 – Página 21


O Rato e o Leão – A página do ritual repensada

Continua

Página 1Página 2Página 3Página 4Página 5Página 6Página 7Pagina 8Página 9Página10Página 11Página 12Página 13Página 14Página 15Página 16 Página 17 – Página 18


Olá! Novamente repensando a ultima página da história, achei que a posição do rato modificava-se muito rapidamente, por isso e após revisão, acrescentei uns paineis. O que divide o ultimo painel em duas páginas. Esta página e a proxima. Que achas?

Por fim, como tivemos em época de dia das bruxas, partilho o post sobre este momento.

até para semana!


O Rato e o Leão – Como criei oS personagens BANDIDOS

Nesta fase da história o ritmo da mesma modifica-se e os bandidos da história entram em cena. Esta é a preparação para depois tudo correr melhor na bd.

Partilho o resumo da criação deste dois personagens. Porque tem sido meses a preparar para este momento que aproxima-se. A entrada dos bandidos na história “O rato e o leão”.
Depois de várias experiências não bem sucedidas para criar um personagem e manter a sua imagem, venho desta vez amadurendo o personagem redesenhando com frequência para entender as suas formas e volumes e as possiveis simplificações. Então vamos ver qual é este percurso:

No inicio do personagem

Durante uns tempos andei fazer o retrato de hienas e depois de umas noites bem dormidas as simplificações começaram a surgir. Umas das primeiras que fiz e gostei do seu vipe a hiena que se segue…


Mas estava ainda muito despido de carácter. Precisava de ficar mais composto. Por isso continuei a trabalhar nas suas formas e história.

Iniciamente pensei fazer três personagens. Todas com tamanho semelhante, mas considerei as muito genéricas, por isso continuei a minha exploração.

E ao adicionar as roupas e adereços, as caraterísticas psicológicas do personagem começaram a surgir. A sua história também.
E hiena africana e passou a ser uma hiena asiática.

Definindo as origens e as suas caraterísticas

À medida que as redesenhava e pensava na história, mais me afastava da ideia inicial de três malfeitores, acabei por decidir serem dois.
Com a construção de adereços para os personagens a história da hienas surgiam, Eis o resumo: A hiena asiática (Ayo) é uma fugitiva do seu pais de origem que foi viver para África com um primo. Este (Kihiga) é um bruto e gosta muito de comer. É um rufia que resolve tudo na pancadaria. E o resultado foi :

Agora é que são elas!!!

Agora vem a parte de resistência da autora. Desenhar várias vezes os personagens em movimento para quando entrarem na BD as suas formas e imagem serem simples hábitos.

Notas-te notas-te?! as calças? é verdade os toques continuam. Até para semana!

Página 1Página 2Página 3Página 4Página 5Página 6Página 7Pagina 8Página 9Página10Página 11Página 12Página 13Página 14Página 15Página 16 Página 17 – Página 18